quarta-feira, 9 de maio de 2012

Todas as dioceses estão envolvidas com a JMJ

Comunicação JMJ RIO2013

A Jornada Mundial da Juventude (JMJ) 2013, que acontecerá na cidade do Rio de Janeiro, terá uma grande novidade: a Semana Missionária. A iniciativa vai envolver todas as 276 dioceses brasileiras. Desde já, todas as forças eclesiais trabalham juntas para que este seja um momento intenso de novo impulso, especialmente para a Pastoral da Juventude.

A Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude fez uma apresentação sobre o tema dentro da programação da Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que aconteceu entre os dias 18 e 26 de abril, em Aparecida (SP).
— Aqui, nos encontramos com a maioria dos bispos do Brasil. São eles que respondem, em primeira instância, por toda a movimentação da juventude em suas dioceses. Queremos esclarecer todas suas dúvidas, salientou o presidente desta Comissão, Dom Eduardo Pinheiro.

As primeiras dúvidas, segundo o presidente da Comissão Organizadora Local (COL), Dom Orani João Tempesta, são relativas aos preparativos, às inscrições, ao deslocamento e ao acolhimento das pessoas. A Diocese de Limeira (SP), por exemplo, se prepara para receber mais de 250 jovens, por isso os diversos setores estão envolvidos nesses trabalhos.

— Eu vim visitar meu bispo e aproveitei para tirar minhas dúvidas sobre o acolhimento dos jovens estrangeiros que virão para esta Semana Missionária. Todos os jovens da diocese, dos diversos setores, estão envolvidos. A juventude da minha diocese é muito trabalhadora e promissora, muito capacitada para trabalhar em todos os âmbitos da sociedade, dando testemunho de Jesus Cristo, ressaltou Padre Deivison Rodrigo do Amaral.

Deste modo, com a Semana Missionária os jovens estrangeiros poderão conhecer um pouco sobre a realidade pastoral no Brasil.

— A evangelização na América Latina é muito peculiar em relação à juventude, e o Brasil mais ainda por causa de seu tamanho e pluralidade. Temos, no setor da juventude, 59 expressões diferentes que acompanhamos. Isso é muito bem-visto pelos outros países, destacou o assessor nacional da Pastoral da Juventude e do Setor Juventude da CNBB, Padre Carlos Sávio.

Mesmo as dioceses que não vão receber peregrinos estrangeiros viverão a Semana Missionária, pois a ação também tem por objetivo dar um novo impulso para que os jovens sejam discípulos de Cristo.

Dom Eduardo recordou que "o presidente do Pontifício Conselho para os Leigos, Cardeal Stanislaw Rylko, ficou muito contente com essa motivação, que está muito ligada à orientação do Documento de Aparecida, por falar sobre os discípulos missionários".
— Nós, dentro desse espírito da Missão Continental, queremos fazer dessa Semana Missionária um momento forte de impulso da Pastoral Juvenil em todas as dioceses.

Uma estrada para a JMJ 2013

A Semana Missionária está alicerçada em três pilares: cultura, ação social e espiritualidade. Até 23 de julho de 2013, dia oficial do início da JMJ Rio2013, há um caminho a ser percorrido. Além da peregrinação da Cruz e do ícone de Nossa Senhora em todas as dioceses do país, haverá três seminários ainda neste ano, em Brasília, com temas específicos: Comunicação, Bioética e Missionariedade.

A Campanha da Fraternidade 2013 também está ligada ao maior evento juvenil da Igreja Católica com o tema: "Fraternidade e Juventude" e o lema: "Eis me aqui, envia-me" (Is 6, 8). Segundo Padre Sávio, a CF 2013 tratará sobre questões como o extermínio de jovens, políticas públicas e comunicação.

* Site www.rio2013.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário