quinta-feira, 14 de abril de 2011

Comoção e homenagens Marcam Missa em Realengo


Cerca de duas mil e seicentas pessoas acompanharam emocionadas a missa de sete dias, pelas almas dos alunos da Escola Municipal Társio da Silveira em Realengo. A acolhida foi feita pelo ator Milton Gonçalvez, em seu discurso disse emocionado que essas crianças morreram pela paz e cabe a nós , cidadãos, não deixar essas vidas perdidas em vão. Após sua acolhida a banda da polícia militar executou o Hino Nacional Brasileiro. A Santa Missa foi celebrada por Dom Orani João Tempesta, Arcebispo do Rio de Janeiro e cocelebrada pelos bispos alxiliares Dom Nelson Fragoso e Dom Antonio Augusto, também teve a participação de vários padres da arquidiocese. Ao iniciar a Celebração Eucarística Dom Orani saudou os presentes: autoridades; pais, familiares, amigos das crianças; a direção , professores e funcionários da escola; a segurança púbrica; e representantes de crenças religiosas. Muitos alunos de outras escolas manifestaram sua solidariedade ,com cartazes homenageando os alunos mortos. Os alunos da Escola Municipal Társio da Silveira e os familiares das crianças estavam emocionados e exibiam cartazes com fotos deles e pedidos de paz, e muitos vertiam camisas com imagem das crianças. Dom Orani em sua homila pediu para que as crianças voltassem as aulas, e disse que é intolerável a intolerância religiosa, racial cultural ou qualquer outra. Devemos lutar por justiça e pela paz.Clamou a unidade para celebrar a vida. A celebração culminou com um ato ecumênico, onde líderes reliosos, clamaram por paz entre os povos e repudiaram a intolerância religiosa. A emoção aumentou ainda mais quando, ao grito de herói e ao som do Hino da Polícia Militar, muito emocionado, o promovido 2° sargento da polícia militar,Sargento Marcio Alves dirigiu-se ao pauco bastante aplaldido. Ele foi homenageado pelas famílias dos alunos com arranjos de flores.Bastante emocionado, o Sargento Alves pediu para que as crianças não desistissem da escola e o povo confiasse na polícia. Segundo ele passa um filme na cabeça toda vez em que volta ao local do evento. Ao término da cerimônia Dom Orani Tempesta pediu para que as pessoas fizessem um abraço simbólico em torno da escola.E Helicóptero da polícia militar jogou pétalas de flores.


Colaboração: Mônica Barbosa Pascom


Confira as fotos:









Nenhum comentário:

Postar um comentário